Voltar ao topo

O que você precisa saber sobre o mercado fitness no Brasil?

 Por: Almeris Armiliato           2 minutos de leitura

O que você precisa saber sobre o mercado fitness no Brasil?

Nos últimos anos, as inovações no mercado fitness são recorrentes. Com isso, alguns gestores ficam perdidos nesse cenário que afeta diretamente seu negócio. Nesse contexto, é importante ter uma visão realista sobre o que está acontecendo antes de tomar decisões precipitadas.

Nesse texto vamos trazer algumas informações relevantes sobre o mercado de academias no Brasil.

Como está o mercado fitness no Brasil em relação ao mundo?

Podemos adiantar que, em relação à perspectiva global, o mercado fitness no Brasil é surpreendentemente promissor!

O país é o segundo maior mercado de academias do mundo, com mais de 33.000 unidades registradas. Assim, nosso mercado está abaixo apenas dos Estados Unidos.

A população brasileira está entre as que mais frequenta as academias. Os brasileiros ocupam o quarto lugar nesse ranking, somando mais de oito milhões de clientes de academia. Contudo, dentro de uma perspectiva estatística, isso quer dizer que apenas 4% da população nacional frequenta esses espaços. Ou seja, você tem muitos clientes para conquistar, tem um mercado inteiro te esperando!

Quando falamos de faturamento o Brasil se encontra em décimo lugar, movimentando cerca de 8 bilhões de reais por ano.

Ao analisarmos esses números vemos um desafio: equilibrar melhor o faturamento e a adesão. Concorda?

Panorama do mercado fitness no Brasil nos últimos anos

A crise financeira afetou vários setores da economia, apesar disso, o mercado fitness cresceu 8% no Brasil. Um dos fatores responsáveis por esse aumento é a difusão dos benefícios promovidos pela atividade física à saúde.

A expansão desse mercado permitiu o surgimento de pequenas e médias academias. A maior parte delas no país, atualmente, são empresas desse tipo. E a tendência é que esse número continue aumentando de forma vertiginosa.

Esse mesmo contexto favorável é acompanhado por diversas questões que precisam ser pensadas. Quando aumenta a procura por um serviço, obviamente, a competitividade também aumenta. Essa competitividade também vem acompanhada de transformações nos modos de negócio. Podemos destacar a aparição de produtos tecnológicos para gestão de academias e diferentes modos de gestão, por exemplo.

O que fazer quando minha academia não vai bem?

Ok, você está vendo um mercado promissor, cheio de possibilidades, mas não vê isso refletindo na sua academia e nas suas vendas. Isso faz com que você, gestor, entre em desespero, opte por atitudes precipitadas, por fazer mudanças drásticas no seu negócio. Mas, saiba que, muitas vezes, essa não é saída!

Como mencionamos, o mercado de academias apresenta inúmeras possibilidades diante do seu crescimento, mas nada afirma que todas elas são boas e que todos devem segui-las. A verdade é que você precisa entender mais profundamente sobre a sua própria academia e seu modo de gestão. Assim, temos que o primeiro passo é analisar o próprio negócio.

Você só irá conseguir fazer mudanças significativas na sua academia depois de um raio-x completo dela. Esse raio-x deve feito com muito cuidado e não deve deixar de lado nenhum aspecto, por menor que ele possa parecer para você.

E aí, o que achou desse panorama do mercado fitness no Brasil? Você tem essa percepção de crescimento? Como anda sua academia? Continue acompanhando nosso blog para se manter informado sobre o mundo fitness.


Comentários:

Academia Rentável disse:

[…] ficar na zona de conforto não é uma opção no mundo dos empreendimentos, concorda? Agora, compartilhe sua experiência com outros leitores: Como está o branding […]

Almeris Armiliato disse:

Que bom que gostou do post, Claudia! Obrigado pelos elogios, volte sempre em nosso blog para ler mais conteúdos. Um abraço!

Almeris Armiliato disse:

Nós quem agradecemos a visita em nosso blog, Sergio! Volte sempre ;D

Claudia Zamberlan disse:

Muito bom este texto. As academias precisam olhar mais para seus lideres; melhorar suas competências e qualificações para que os mesmos possam liderar melhor suas equipes. Bons lideres, boas equipes, melhor percepção do cliente. A academia não fica refém de preço e sim vende Valor.

SERGIO NOVAES disse:

Olá Alméris, tudo bem! Obrigado pelo texto e por mais um conhecimento. Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *